in

Em São Paulo, família denuncia enfermeiro por falsa vacinação em idosa

Enfermeiro teria perfurado o braço da idosa, mas não aplicou o líquido da vacina.

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O Brasil vem passando pelo pior momento da pandemia causada pela Covid-19. Em vários estados do país estão faltando leitos de UTI para os doentes, além de faltar insumos básicos como medicamentos para realizar a manter intubações de pacientes graves.  Uma das principais medidas para impedir o avanço da Covid-19 é a vacinação da população, e neste momento são os idosos, o grupo prioritário para receber a imunização.

Publicidade

Nesta última segunda-feira (12), uma família paulista denunciou um enfermeiro da capital por realizar uma falsa vacinação em uma idosa de 67 anos. A falsa vacinação ocorreu em um clube, localizada na rua Honduras, Zona Leste de São Paulo.

A idosa tem 67 anos, e a sua família a acompanhou até o Clube Paulistano e filmou o momento de vacinação. No vídeo gravado, a família constatou que o enfermeiro perfurou o braço da senhora, mas não aplicou o líquido que estava na seringa. Os familiares da idosa questionaram de imediato o profissional, que não conseguiu se explicar. A família chamou a Polícia Militar. 

Publicidade

Quando chegaram ao local as autoridades verificaram que havia outras seringas descartadas totalmente cheias. A equipe responsável pelo local de vacinação se desculpou imediatamente, e foi aplicada outra dose na idosa para que os familiares pudessem assistir. A prefeitura de São Paulo informou que o profissional foi imediatamente desligado da função.

Publicidade

A prefeitura ainda informou que o Clube Paulistano não tem envolvimento direto com a vacinação de Covid-19 e apenas cedeu seu espaço para o município. Em nota, a prefeitura ainda declarou que quando há casos envolvendo falsa vacinação é aberta uma sindicância interna para analisar os fatos e tomar providências.

Publicidade
Publicidade
Publicidade