in

Babá de Henry fala sobre agressões de Jairinho contra o menino e detalhes impactam: ‘Trancava no quarto’

Jovem prestou depoimento pela segunda vez desde o início das investigações e deu declarações fortes.

UOL

As investigações do caso de morte do menino Henry Borel de Almeida, de 4 anos, está se aproximando de sua reta decisiva e de elucidação do óbito que chocou o país. No início da tarde da última segunda-feira (12), a babá do menino compareceu à 16ª DP (Barra da Tijuca) para prestar um novo depoimento após fortes revelações vir à tona.

Publicidade

Envolta no caso por ter alertado a mãe de Monique Medeiros sobre as agressões que Jairinho praticava contra Henry, a jovem Thayná de Oliveira, havia mentido no primeiro depoimento à polícia, quando citou não ter percebido nenhuma anormalidade na relação do casal com a criança. Contudo, diante da recuperação de conversas que haviam sido apagadas, a babá resolveu “abrir a jogo” sobre o caso.

Na oitiva prestada, Thayná disse que foi orientada por Monique a mentir no seu primeiro relato à polícia. A jovem disse ainda que a empregada doméstica da família, Leila Rosângela, também foi coagida a dar o mesmo tipo de declaração favorável ao casal. 

Publicidade

Agressões 

De acordo com informações exclusivas da BandNews FM, a babá contou que todos os episódios de agressões presenciadas por ela contra a vítima ocorreram no quarto de Jairinho e Monique. O vereador “trancava o menino no quarto, aumentava o som da TV, e começava a agredi-lo”, diz um trecho do depoimento que a emissora teve acesso.

Publicidade

Thayná ainda apontou que o quarto era o local onde Monique e Jairinho costumavam brigar, com certa intensidade. A babá disse ter ouvido por várias vezes ameaças de ambos sobre separação. 

Publicidade

Ainda no depoimento, Thayná pontuou que foi coagida pela irmã de Jairinho, na casa do pai do político, o ex-deputado Coronel Jairo. Na oportunidade, ela foi até o local para ser instruída de como daria o seu primeiro depoimento à Polícia Civil.

Publicidade
Publicidade
Publicidade