in

Comendo o pão que o diabo amassou, Jairinho e Mãe de Henry tomam decisão na prisão e pegam todos de surpresa

O casal foi preso há menos de uma semana na casa de uma tia da professora em Bangu.

UOL

Monique Medeiros da Costa e Silva e Jairo Souza Santos Júnior, respectivamente mãe e padrasto do menino Henry Borel, estão detidos. O casal, que tem sido responsabilizados pela morte do garoto, de quatro anos de idade, foram capturados em Bangu no último dia 8 após determinação judicial.

Publicidade

Dr. Jairinho, como é conhecido o médico e vereador, é acusado de agredir fisicamente o enteado, enquanto a mãe do menino é investigada como cúmplice do assassinato do filho. As marcas encontradas no corpo não indicam acidente doméstico, como foi dito por Monique.

A mãe de Henry foi levada, após interrogatório na quinta-feira, para o  Instituto Penal Ismael Sirieiro, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Enquanto isso, seu namorado foi encaminhado para o completo Bangu 8, onde ficará com outros políticos acusados de crimes.

Publicidade

Presos, Monique Medeiros e Dr. Jairinho recentemente tomaram uma decisão, não querem mais ser defendidos pelo mesmo advogado, no momento André Barreto, que vem tomando a frente do caso desde o início.

Publicidade

A família da professora e também do vereador passaram todo o último final de semana à procura de um novo advogado para defendê-los. O intuito é que Monique não seja mais representada pelo mesmo profissional que o namorado. O motivo para esta atitude não foi informado.

Publicidade

Monique e Jairinho têm passado mal bocados na prisão. Na primeira noite encarcerados, os dois afirmaram ter se sentido mal e pediram atendimento médico. A mãe de Henry deve ficar internada por três dias devido a uma infecção urinária.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.