in

Em São Paulo, cidades que decretaram lockdown tem menor índice de mortes por Covid-19

Apesar da diminuição nos casos de óbitos, as UTIs continuam com uma lotação acima de 90%.

Foto: Sergio Oliveira/EPTV

Em fevereiro e março de 2021 algumas cidades da Grande São Paulo e do interior do estado decidiram realizar um lockdown para tentaram aliviar o sistema de saúde. Ribeirão Preto, Araraquara e São José do Rio Preto foram os municípios paulistas que decidiram adotar as medidas restritivas mais duras. A decisão dos municípios foi tomada após um caos completo ser instaurado no sistema de saúde, com o risco de um total colapso da saúde em tais cidades.

Publicidade

Cada município adotou as suas próprias medidas restritivas, contudo, há alguns pontos em como nos lockdowns decretados. Todas as cidades decretaram a suspensão do transporte coletivo, o fechamento de supermercados e a implantação de barreiras sanitárias para impedir a circulação de pessoas e veículos. No início as medidas não foram apoiadas por empresários e até houve ameaças de morte a um dos prefeitos das mencionadas cidades.

Após a retomada de todo o estado de São Paulo para a fase vermelha da quarentena, Ribeirão Preto, Araraquara e São José do Rio Preto permitiram a reabertura gradual de alguns serviços essenciais. Após o lockdown decretado, os municípios paulistas informaram que conseguiram registrar a diminuição dos óbitos causados por Covid-19, entretanto, a situação das UTIs continuam em estado crítico.

Publicidade

Em Ribeirão Preto, apesar do protesto inicial dos comerciantes, a Acirp (Associação Comercial de Ribeirão Preto) apoiou as medidas adotadas pelo governo municipal, pois a associação declarou que apesar de defender o comércio e a indústria, no momento o mais importante é a manutenção de vidas.

Publicidade

Em São José do Rio Preto o lockdown diminuiu a média móvel de casos de Covid-19, entretanto, o secretário de saúde do município, Aldenis Borim declarou que ainda está muito cedo para transmitir dados concretos da eficiência do lockdown. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade