in

Mãe de Henry é levada às pressas para hospital e médicos descobrem doença

Monique Medeiros Silva foi presa na manhã da última quinta-feira em Bangu.

Extra

Na última quinta-feira (08/04), a Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpriu um mandado de busca contra Monique Medeiros e Jairo Souza, o Dr. Jairinho. Eles são acusados pela morte do menino Henry Borel Medeiros, filho de Monique, declarado em óbito na madrugada do dia 8 e março de 2021.

Publicidade

Monique foi encaminhada para o Instituto Penal Ismael Sirieiro, no Fonseca, Zona Norte de Niterói. Na primeira noite na penitenciária, a professora passou mal e precisou de remédios, pois chorou por muito tempo em sua cela.

Na madrugada desta segunda-feira (12/04), Monique foi levada pela polícia para uma unidade de saúde. A mulher reclamou de estar sentindo fortes dores na barriga.

Publicidade

Monique Medeiros foi levada para o Hospital Penitenciário Dr. Hamilton Agostinho de Castro, no Complexo Penitenciário de Gericinó, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. De acordo com informações dos médicos da Secretaria estadual de Administração Penitenciária (Seap), a mãe de Henry foi acometida por uma infecção urinária. Ela será submetida a exames laboratoriais nesta manhã e deverá ficar internada por pelo menos três dias.

Publicidade

Monique ficou distante das outras presidiárias desde o dia que chegou ao instituto. A medida foi tida como de proteção pela disseminação da Covid-19, mas após a quarentena ela deve continuar isolada por questões de segurança, considerando que a professora não foi bem recebida pelas colegas de penitenciária.

Publicidade

No último final de semana, o namorado de Monique também pediu atendimento médico, afirmando não estar se sentindo bem.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.