in

Pai de criança que morreu ao cair do 10º andar de prédio em SP revelou a possível causa do acidente

Em depoimento, o pai da criança citou a possível causa da queda da criança.

Google Street View

Em depoimento à polícia, o pai da criança de apenas três anos de idade que caiu do décimo andar de um prédio neste sábado (10), na rua Eugênio de Freitas, Vila Guilherme, na Zona Norte de São Paulo, afirmou que a tela de proteção do apartamento onde aconteceu a tragédia estava rompida.

Publicidade

De acordo com o responsável pela criança, o menino entrou em um quarto desocupado que seria utilizado pela família apenas como depósito, teria então subido em uma cadeira que estava próximo à janela, se pendurado e caído através da tela de proteção.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), os policiais que atenderam a ocorrência, de fato, constataram um rompimento em um dos lados da tela que deveria prevenir acidentes desse tipo, aparentemente se desfazendo por conta de sua vida útil e do desgaste.

Publicidade

À polícia, o porteiro do edifício onde aconteceu a tragédia disse ter escutado um barulho e logo em seguida encontrou a criança caída sob um arbusto do local.

Publicidade

O menino foi encaminhado com traumatismo craniado para o Pronto Socorro Infantil do Mandaqui pelo Corpo de Bombeiros, que foi acionado por volta das 11h30 para socorrê-lo, porém, segundo informações da SSP, a criança já chegou à unidade de saúde sem vida.

Publicidade

Uma perícia para o local foi solicitada e os aparelhos celulares dos pais da criança foram apreendidos para averiguação. A morte foi registrada como suspeita e acidental no 20º Distrito Policial e as investigações a cerca do contexto do acidente continuam.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.