in

Pai de Henry conta que a gravidez foi um baque para Monique, por conta de seu belo corpo após lipo e silicone

Muito vaidosa, Monique não queria perder o corpo que tinha antes da gravidez de Henry, segundo o pai da criança.

REPRODUÇÃO RECORD TV / ARQUIVO PESSOAL MONIQUE MEDEIROS

Pai do garoto Henry, morto no dia 8 de março aos 4 anos de idade, o engenheiro Leniel Borel revelou que Monique Medeiros se assustou quando descobriu que estava grávida da criança. Monique e Leniel foram casados durante dez anos e ela tinha acabado de colocar silicone e fazer uma lipoaspiração quando fez a descoberta.

Publicidade

Monique era muito vaidosa e ostentava o belo corpo que tinha, foi quando Leniel interveio e a convenceu a ter o bebê: ‘Vamos ter, vai ser lindo’; disse o pai que, segundo ele, se casou justamente com o objetivo de ter filhos. 

O pai conta que Henry sempre foi muito desejado e esperado por ele e que sempre quis lhe dar um irmão, o que Monique sempre negou. 

Publicidade

Ao falar da vaidade de Monique, Leniel revelou que ela era muito consumista e, que durante o relacionamento dos dois, ela só usava roupas de grife e joias. Ela sempre foi muito preocupada em ter as coisas e o engenheiro reconhece que seu erro foi não ter colocado um freio na esposa, pois lhe dava sempre tudo que pedia.

Publicidade

Hoje Leniel consegue perceber que o lado narcisista de Monique aparece até nas fotos em que ela fazia com a criança, pois nas imagens o filho Henry sempre aparece atrás e ela na frente.

Publicidade

Ele como marido também sempre estava em último plano na vida da esposa. Nos dez anos em que os dois foram casados era sempre ela na frente de tudo e todo o resto da família para trás.

Monique e o vereador Jairinho, atual companheiro dela, foram presos na última quinta-feira por conta das investigações da morte de Henry, que aconteceu no início de março.

Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com