in

Pai de Henry publica vídeo emocionante do filho e comove em desabafo: ‘verdadeiro significado do amor’

Leniel Borel entregou o filho para a ex-esposa no dia 7 de março, após passar o final de semana com o garoto.

G1

O caso de morte do menino Henry Borel de Almeida, de 4 anos, gerou forte comoção e chocou o pai. Na última quinta-feira (8), quando o óbito completou um mês, a Polícia Civil trouxe novos desdobramentos, com revelações importantes nas investigações. Todas as denúncias e evidências levavam às prisões da mãe do menino, Monique Medeiros, e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho.

Publicidade

O casal foi autuado por tortura e crime de homicídio duplamente qualificado. Em conversas expostas, ficou constatado que Monique sabia que o filho era agredido pelo parlamentar. Responsável por cuidar de Henry desde janeiro, a babá percebeu por diversas vezes hematomas no corpo do menino de 4 anos e um comportamento de medo dele. Tudo isso, a jovem relatava para a mãe, mas nada foi feito. 

Após prestarem novo depoimento na 16ª DP, Monique e Jairinho foram conduzidos ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer exame de corpo e delito, e na sequência foram encaminhados para penitenciárias distintas no Rio.

Publicidade

Desabafo

Ainda bastante abalado pela perda do filho e do conhecimento da brutalidade que a criança foi vítima, o pai dele, o engenheiro Leniel Borel, vem publicando alguns vídeos, fotos e mensagens comoventes em seu perfil no Instagram.

Publicidade

Neste domingo (11), Leniel postou um vídeo no qual Henry aparece segurando uma folha com um desenho feito por ele mesmo. 

Publicidade

“Henry, amo você demais! Como era lindo ver a pureza do seu amor e carinho por todos nós. Você me ensinou na prática o verdadeiro significado do amor. ‘O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta'”, disse o engenheiro na publicação. 

Leniel passou o final de semana com o filho normalmente, até entregá-lo para a ex-mulher no condomínio Majestic, já no início da noite do dia 7 de março. Horas depois, o pai recebeu uma ligação de Monique Medeiros, informando que o filho havia sido vítima de um acidente doméstico, versão descartada pelas autoridades na investigação do caso, principalmente por conta das lesões encontradas no corpo do menino. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade