in

Caso Henry: defesa divulga fotos íntimas da ex-namorada de Dr. Jairinho e advogado pode sair do caso

A informação foi dada exclusivamente pela TV Globo em reportagem nesse sábado (10/04)

Vitor Brugger/Estadão Conteúdo - Reprodução/TV Globo

Segundo a TV Globo, a defesa do vereador Dr. Jairinho divulgou algumas fotos íntimas de uma das testemunhas ouvidas pela polícia na investigação da morte do garoto de Henry Borel, de 4 anos. As fotos são de uma ex-namorada do parlamentar e o vazamento das imagens foram uma estratégia para desmerecer o seu testemunho.

Publicidade

A mulher, que não teve seu nome revelado, prestou depoimento contando que sua filha foi uma das vítimas de agressões do vereador. Na foto usada para constrange-la a ex-namorada aparece nua, com uma frase indicando que Jairinho pagou por uma cirurgia estética para ela.

Ainda de acordo com a reportagem exibida pela emissora carioca, os advogados do vereador compartilharam também vídeos em que os funcionários de Jairinho desqualificam a mulher. Esse material teria sido enviado para os jornalistas que cobrem o caso. 

Publicidade

A defesa do parlamentar contesta a versão da Globo e diz que desconhece essas as informações, afirmando ainda que nenhuma foto de mulher nua foi divulgada por eles. Os advogados garantem que até o momento só se utilizaram de prints, vídeos de testemunhas e conversas contendo ameaças da ex-mulher ao vereador. 

Publicidade

Diretor da Polícia Civil do Rio, o delegado Antenor Lopes Martins, em entrevista à CNN neste sábado (10/04), teceu criticas aos advogados de Jairinho pela conduta de supostamente vazarem a foto da testemunha: ‘Isso me parece uma atitude absolutamente inaceitável’; disse o diretor Antenor Lopes Martins.

Publicidade

Jairinho foi preso junto com a sua atual namorada na última quinta-feira (08/04). 

Advogado diz que pode sair do caso

Ainda nesse sábado (10/04), o principal advogado da defesa de Jairinho e Monique, André França Barreto de 38 anos, afirmou que pode deixar o caso se for comprovado que o casal mentiu pra ele. O advogado diz que Monique e Jairinho passaram para ele que não existia nenhum histórico de violência, o que está sendo desmentido pelas mensagens encontradas pela polícia no celular de Monique.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Jean Marangoni

Influenciador digital responsável pelas páginas 'Mussum Sinceris' nas redes sociais, trabalho também com jornalismo online há 3 anos. Para sugestões entre em contato: jeanmarangoni@gmail.com