in

Caso Henry: Monique Medeiros perde emprego onde recebia mais de R$ 12 mil por mês

Mãe de Henry perdeu emprego no Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro (TCM).

Reprodução Record TV / Reprodução Globo

Monique Medeiros mudou de vida ao começar a namorar com o vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Dr. Jairinho. A mãe de Henry Borel se mudou da residência simples onde morava em Bangu para um apartamento em um condomínio de classe média alta na Barra da Tijuca, um dos bairros mais nobres do Rio de Janeiro.

Publicidade

Foi nesse apartamento que ela diz ter encontrado o filho caído à beira da cama, na madrugada do dia 8 de março. O menino Henry morreu antes de chegar ao Hospital Barra D’Or, para onde foi levado pela mãe e pelo padrasto. Laudo do IML apontou a causa da morte do garoto.

De acordo com o documento, Henry sofreu laceração hepática (fígado) e hemorragia interna. O corpo também apresentava edemas e lesões. Jairinho tentou de muitas formas evitar que o corpo fosse encaminhado ao IML.

Publicidade

Monique vai presa e perde o emprego

Monique perdeu o filho, foi presa e acusada de omissão pelo delegado que investiga o caso e agora está sem emprego. Monique era diretora da rede municipal de ensino. Em fevereiro, ela recebeu R$ 4.487,27. Ela pediu exoneração do cargo e foi trabalhar no Tribunal de Contas do Município do Rio (TCM).

Publicidade

Alocada no gabinete do conselheiro Luiz Antônio Guaraná, Monique passou a receber R$ 12.177,04 de acordo com vencimentos do mês de março. O conselheiro já comunicou que a funcionária será exonerada com data retroativa ao dia 24 de março. Monique está presa em uma cadeia de Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. A cela tem 36 metros quadrados (6×6) e banheiro com pia, privada e chuveiro frio.

Publicidade

Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!