in

São Paulo bate 80 mil mortes causadas por Covid-19

Estado vem a fase mais macabra da pandemia, contudo, medidas restritivas se mostram eficientes.

Reprodução/Veja

Nesta quinta-feira (8), o estado de São Paulo confirmou um total de 1299 óbitos causados pela Covid-19 em 24 horas. Com esse novo registro de mortes o estado chegou a marca de 80.724 mortes causadas pela doença, desde o início da pandemia. Na última terça-feira (6), São Paulo registrou o maior número de mortes diárias pela doença, com um total de 1389 vidas perdidas.

Publicidade

Nesta quinta-feira (8), o número de óbitos foi o segundo maior registrado. São Paulo está há 38 dias seguidos com altas nas mortes e a média móvel de óbitos está crescendo a cada dia. Mas, o estado não está sofrendo apenas com o elevado número de mortes, nesta quinta-feira foram registrados mais 21.004 novos casos de Covid-19, chegando a um total de 2,5 milhões de pessoas já infectadas.

O mês de abril, apenas com 8 dias corridos, já foi mais letal que seus antecessores, com um total de 6.090 mortes. O que preocupa é que, no estado, pessoas também estão morrendo por estarem em filas de espera para leitos de UTI, no total 555 pessoas já faleceram com Covid-19 ou suspeita da doença por falta de vagas no sistema hospitalar.

Publicidade

O problema já está começando a afetar até mesmo a capital paulista, que nesta segunda-feira (5), registrou a sua sexta morte por causa da fila de espera.

Publicidade

Apesar do alto índice de mortes, o governo estadual declarou que a fase emergencial da quarentena paulista trouxe ótimos resultados, pois conseguiu desafogar o sistema de saúde com a diminuição de internações. Outro ponto ressaltado pelo governo paulista foi a ajuda da população, o estado registrou um índice de 53% de isolamento social.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade