in

‘A verdade Henry Borel Medeiros’: site expõe novas fotos e vídeos sobre o caso e ganha repercussão

Defesa de Monique e Jairinho divulgou novos materiais na web que acabaram virando alvo de críticas.

UOL

Com grande repercussão no Brasil, a morte do menino Henry Borel, de 4 anos, continua sendo investigada pela polícia, e a defesa de Monique e Jairinho resolveu criar um site para divulgar novas imagens da criança na companhia da mãe e do padrasto e tentar mostrar a boa relação que os três teriam tido. Além das fotos, vídeos com declarações de pessoas próximas ao casal foram expostos para rebater acusações de agressão feitas por uma ex-namorada do vereador.

Publicidade

Intitulado como ‘A Verdade Henry Medeiros’, o portal pretende mostrar a versão de Monique e Jairinho sobre o relacionamento com Henry e morte do menino, e promete veicular todas as informações e responder a tudo o que for perguntado, com objetividade e clareza.

No site, o advogado de Monique e Jairinho aparece em diversos vídeos e, em um deles, tenta explicar como acidentes domésticos podem levar a morte, reforçando o depoimento do casal que afirma que Henry teria se acidentado no apartamento em que viviam.

Publicidade

Em outro vídeo, a defesa de Monique e Jairinho divulga novas fotos da convivência entre mãe, filho e o padrasto com registros onde o menino aparece sorridente na companhia dos dois. ‘Como era a relação de Jairinho e Monique com Henry?’, foi o título escolhido para o conteúdo compartilhado no portal e também no Youtube.

Publicidade

Outros registros publicados no site mostram quatro vídeos de testemunhas que afirmam a boa relação de Henry com a mãe e o padrasto e desmentem que o vereador seria um homem agressivo. Em contato com o UOL, o advogado de Monique e Jairinho afirmou que a criação do site foi para levar total transparência ao público. “Nada precisa ser escondido, nada é espinhoso para ser escondido”, disse Dr. André França Barreto.

Publicidade

A ideia de criar o site acabou não sendo bem vista pelo público que rendeu críticas à atitude tomada. Nas redes sociais, internautas usaram a hashtag #justiçaporhenryborel como forma de protesto pela morte do menino Henry.

Publicidade
Publicidade