in

Grávida faz pedido comovente ao marido antes de morrer vítima da Covid-19: ‘Cuida das crianças’

Mulher não resistiu às complicações da doença e morreu uma semana após dar à luz pela terceira vez.

UOL

Grávida pela terceira vez, a jovem Maiara Cristina Bueno, de 27 anos, entrou para a estatística das vítimas da Covid-19 em solo nacional. Ela estava com sete meses de gestação, quando foi infectada pelo coronavírus.

Publicidade

Residente em Sorocaba, no interior de São Paulo, ela começou a passar mal no início de março, e lutou contra a doença por três semanas, mas acabou não resistindo e morreu no último sábado (03), após dar à luz a sua filha Luiza, que veio ao mundo de forma prematura. 

Desabafo

Em entrevista ao portal UOL, o marido de Maiara, Luís Bueno, detalhou todo o drama vivenciado de forma rápida e avassaladora, e revelou uma conversa comovente que teve com ela pouco antes de perdê-la para a Covid-19. 

Publicidade

“Pelo jeito é grave. Se eu morrer, você cuida das crianças’. Foi a última coisa. Depois me ligaram e disseram que ela iria fazer uma cesárea”, desabafou Luís. 

Publicidade

Segundo o auxiliar de construção civil, há um mês ele chegou em casa apresentando um quadro de dores de cabeça e sentiu febre no dia seguinte. Luís disse ter procurado um médico, que informou que seu caso era uma gripe. Ele tomou o antibiótico prescrito e a suposta gripe passou. Na oportunidade, ele não foi testado. 

Publicidade

Poucos dias do quadro de Luís, Maiara começou a passar mal. Em sua segunda ida ao hospital, ela foi submetida a um teste de Covid-19, mas o resultado só sairia com dez dias. De volta pra casa, ela recebeu a prescrição de vários remédios, e três dias depois ficou em estado mais delicado. 

Após alguns contratempos por conta da superlotação das unidades, Maiara foi internada, e posteriormente transferida para a Santa Casa de Sorocaba. No dia 27 de março, ela foi submetida a uma cesárea de emergência. Uma semana depois, ela acabou não resistindo às complicações da Covid-19 e morreu, deixando o esposo e três filhos. A bebê prematura segue internada em uma incubadora para adquirir peso. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade