in

São Paulo pode suspender velórios na cidade e concentrar enterros em apenas dois cemitérios

Devido ao excesso de mortes causada pela Covid-19, o sistema funerário da cidade pode entrar em colapso.

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A cidade de São Paulo vem sofrendo com a pandemia causada pela Covid-19. A capital paulista bateu o recorde de sepultamentos em um único dia, com um total de 419 enterros realizados. Com esse triste recorde, a Prefeitura de São Paulo começa a estudar a opção de encerrar os velórios e concentrar os sepultamentos apenas em dois cemitérios da cidade para melhorar a logística de transporte dos corpos das vítimas.

Publicidade

O secretário das Subprefeituras, Alexandre Modonezi declarou nesta segunda-feira (5), que o governo municipal começou a implementar um plano de contingenciamento que foi criado ainda em 2020. De acordo com o plano serão contratados mais sepultadores, veículos e ainda serão adquiridas torres de iluminação para que haja a possibilidade de enterros à noite. 

Alexandre Modonezi ainda declarou que outras medidas deverão ser adotadas caso o número de sepultamentos ultrapasse os 500 por dia, na capital paulista. O secretário informou que caso a demanda suba demais, a cidade apenas irá realizar sepultamentos em dois cemitérios, o Formosa 1 e 2 e o São Luís. De acordo com o governo municipal tudo isso faz parte de um plano de logística.

Publicidade

Os agentes funerários de São Paulo relataram que no último mês houve uma fila de corpos de pessoas vítimas da Covid-19. Ainda de acordo com Alexandre Modonezi, a prefeitura adquiriu mais duas câmaras frias para o armazenamento das urnas até que as mesmas se destinem para a cremação.

Publicidade

Os velórios serão cancelados para evitar aglomerações desnecessárias, contudo, familiares poderão acompanhar o sepultamento.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade