in

Caso Henry: hipóteses para a morte do garoto são testadas; Jairinho e Monique se calam

Mãe e padrasto de Henry Borel não conversam mais com a imprensa sobre a morte do garoto.

Reprodução Globo / Arquivo pessoal Monique Medeiros

Na quinta-feira (1º), a Polícia Civil do Rio de Janeiro foi ao apartamento onde moravam Monique Medeiros, Jairo Souza Santos, o vereador Dr. Jairinho, e Henry Borel. O menino de quatro anos morreu na madrugada do dia 8 de março, após ser encontrado caído no em um dos quartos do imóvel.

Publicidade

A mãe, Monique, e o padrasto o levaram ao Hospital Barra D’Or, mas Henry já chegou ao local sem vida. Laudo do Instituto Médico Legal apontou como causas da morte laceração no fígado e hemorragia interna. Ações contundentes teriam causado o óbito do garoto.

Na reprodução simulada realizada na quinta-feira, a Polícia Civil testou quatro hipóteses de acidente que poderiam causar a morte do garoto: pulo da escrivaninha, queda da poltrona, salto da cama para o chão e queda da própria altura. Henry apresentou múltiplos hematomas nos membros superiores e no abdômen.

Publicidade

Jairinho e Monique se calam diante da morte de Henry

Leniel Borel de Almeida, pai de Henry, deu entrevista a diversos canais de TV. Jairinho e Monique adotaram outra postura. Depois de falarem com Roberto Cabrini, da Record TV, eles não deram mais entrevistas. Leniel conversou com a youtuber Antonia Fontenelle e ela deixou espaço aberto para Jairinho, que é vereador no Rio, mas ele não quis ser entrevistado.

Publicidade

Quem fala por Monique e Jairinho é advogado André França Barreto. Ele que tem dado entrevistas e falado com a imprensa. Na próxima semana, o resultado da reconstituição deve ficar pronto. No momento, o casal é tratado pela polícia como investigado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!