in

‘Para derrotar Bolsonaro, sento até com Lula’, apela o governador João Doria

O deputado federal Orlando Silva revelou a frase de Doria em entrevista para a Revista Fórum.

Reprodução/Divulgação

De acordo com informações passadas pelo deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP), o governador de São Paulo, João Doria, disse para ele que poderia até conversar com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, para que eles unissem forças contra a reeleição do atual presidente, Jair Bolsonaro (sem partido). As informações foram divulgadas em uma matéria da Revista Fórum.

Publicidade

Na entrevista, Orlando fez questão de relembrar do encontro que teve com o governador João Doria.

O deputado diz que Doria, falando sobre política, disse a seguinte frase: “em 2022, para derrotar Bolsonaro, eu sento até com o Lula”. Neste momento, Orlando disse ter respondido ao governador que, desta forma, ele iria por “um bom caminho”.

Publicidade

Além disso, o deputado também contou que já havia relatado para Doria que ficou com a sua frase na cabeça e, inclusive, que falaria sobre isso com um jornalista quando tivesse a chance. “Pode falar”, teria respondido João Doria.

Publicidade

E não foi só isso, Orlando ainda chegou a confessar que apoiaria qualquer candidato contra Bolsonaro em um possível segundo turno em 2022. “Sou muito contra Bolsonaro”, resumiu.

Publicidade

Vale ressaltar que o embate entre o governador de São Paulo e Bolsonaro já teve início há algum tempo. Há um mês, por exemplo, Doria chegou a dizer que o chefe do executivo é “um cara louco”, isso durante uma entrevista concedida à BBC World News, o canal internacional de notícias da BBC.

Ressaltando que Bolsonaro disse que a população tem que ser forte, parar de chorar e enfrentar o problema, se referindo a pandemia da Covid-19, Doria questiona como que podemos enfrentar o problema diante de tantas pessoas morrendo diariamente no país.

Publicidade