in

Empresas concedem ‘kit covid’ aos funcionários: ‘mesma coisa que a gente faz para a nossa família’

Atualmente, o Brasil soma mais de 314 mil mortos pela covid-19, mesmo assim, empresas e até o presidente continuam defendendo o ‘kit covid’.

Amanda Perobelli / BBC News Brasil

Em meio ao agravamento da pandemia da Covid-19, empresas brasileiras têm distribuído o chamado “kit covid”, como ficou conhecido os medicamentos sem comprovação cientifica contra a doença, a seus funcionários.

Publicidade

A reportagem do BBC News Brasil encontrou ao menos quatro empresas que tem feito isso no Paraná, em Santa Catarina e São Paulo. Inclusive, o jornal conseguiu contato com o funcionário de uma delas, que informou que há uma semana assistiu, presencialmente a uma palestra na empresa, onde a médica falou sobre o caracterizado como “tratamento precoce” da Covid-19.

Giselle Rêgo, diretora industrial da Tecnocuba – empresa que produz peças de aço inoxidável -, afirmou que a decisão foi tomada pela diretoria da empresa, isso ressaltando que eles acreditam e fazem o tratamento. Em seguida, Rêgo ainda completa dizendo que eles querem fazer para os seus funcionários o mesmo que fazem por suas famílias. “A mesma coisa que a gente faz para a nossa família“, disse.

Publicidade

A Tecnocuba foi uma das empresas que ofereceu o chamado “tratamento precoce” para os 105 funcionários da empresa.

Publicidade

No “Kit covid” é incluído diversos medicamentes cientificamente ineficazes contra a doença, como por exemplo, a hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina, vitamina C e D. Segundo informações de chefes de hospitais e cientistas esses medicamentos não servem para o tratamento contra o novo coronavírus e, além disso, ainda podem causar danos à saúde do paciente.

Publicidade

Mesmo assim, após mais de um ano desde o início da Covid-19 no País e com mais de 310 mil mortos por complicações causadas pela doença, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) continua recomendando o “tratamento precoce”.

Publicidade
Publicidade
Publicidade