in

Homem com Covid-19 foge do hospital de madrugada com medo de morrer; PM foi acionada

Idoso chorou ao entrar na ambulância e ir para o hospital; de madrugada, ele fugiu do local.

Reprodução G1

A pandemia do coronavírus preocupa muitos brasileiros. Desde o começo, em março do ano passado, mais de 300 mil brasileiros perderam a vida em decorrência da Covid-19. A média móvel de mortes no país está acima da marca de dois mil óbitos por dia.

Publicidade

Diante disso, muita gente fica assustada ao ser internada com a Covid-19. Dias atrás, um paciente fugiu de um hospital com medo. Há muitos hospitais lotados em todo o Brasil. O caso voltou a acontecer, dessa vez na cidade de Campo Mourão, centro-oeste do Paraná.

Um homem de 69 anos foi diagnosticado com a Covid-19. Ele foi internado e como o quadro de saúde se agravou, o idoso foi transferido de ambulância para o Hospital de Campo Mourão na noite desta segunda-feira (29). O homem entrou na ambulância chorando e não levou o celular, de acordo com a família.

Publicidade

Durante a madrugada, o homem decidiu fugir do hospital com medo de morrer. A filha dele levou um grande susto quando o hospital ligou para ela às 4h da manhã. A mulher foi informada de que o pai havia desaparecido. O hospital acionou a Polícia Militar para ajudar nas buscas.

Publicidade

Por volta das 11h15, o idoso foi encontrado. Ele estava em uma região central de Campo Mourão e usava máscara de proteção. A Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram ao local e o levaram de volta ao hospital, onde ele receberá atendimento médico e ficará internado tratando da Covid-19. O número de mortes no Brasil considerando o número de casos registrados é de cerca de 2,5%.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!