in

Internadas no mesmo hospital, mãe e filha morrem vítimas da Covid-19 em intervalo de poucas horas; caso comove

Filha deu entrada em unidade hospitalar primeiro, e chegou a sofrer duas paradas cardiorrespiratórias.

UOL

Mãe e filha morreram vítimas da Covid-19 com um intervalo de apenas 12 horas de diferença. O caso comovente foi registrado na cidade de Indaial, em Santa Catarina.

Publicidade

Professora na educação infantil, Doralina de Fátima Siqueira Leal, de 43 anos, morreu na madrugada da última segunda-feira (30). A filha, Ana Carla Leal, de 27 anos, que trabalhava como designer de moda, morreu durante a tarde de ontem. As duas se encontravam internadas no mesmo hospital.

Segundo relato de uma familiar, as duas começaram a apresentar complicações da doença neste mês. Ana Carla deu entrada no Hospital Beatriz Ramos no dia 8, e um dia depois acabou sendo intubada. 

Publicidade

Seis dias após a internação da filha, Doralina foi internada e com pouco tempo precisou ser intubada. Na última semana, Ana Carla teve duas paradas cardíacas, e o seu quadro piorou significativamente. 

Publicidade

Era por volta das 2h desta segunda, quando o hospital ligou para os familiares informando a morte de Doralina. Sem saber do óbito da mãe, Ana Carla teve morte cerebral, horas mais tarde. 

Publicidade

Ainda segundo a família, o marido de Doralina e o namorado de Ana Carla também foram diagnosticados com a Covid-19, mas não tiveram complicações da doença. 

Desabafo

Em entrevista ao portal UOL, a tia de Ana Carla, Marisa Leal Kammer, fez um desabafo sobre a perda da sobrinha e da cunhada.

“Vou guardar comigo as lembranças dos bons momentos que convivemos juntas. O ar doce e sereno das duas e a bondade que tinham no coração de sempre estarem dispostas a ajudar”, disse Marisa.

Além de Ana Carla, Doralina morava com o esposo e mais uma filha. O velório da professora ocorreu no final da tarde da última segunda, e o da filha estava previsto para esta manhã (30). 

Publicidade
Publicidade