in

Eduardo Bolsonaro causa polêmica ao citar morte de PM: ‘Esse sistema ditatorial vai mudar’

O parlamentar usou seu perfil no Twitter para citar morte de PM e atacar medidas restritivas do estado.

Cléia Viana/Reprodução/Montagem - Higor Mendes

O deputado federal e filho do presidente da República, Eduardo Bolsonaro, causou polêmica ao utilizar suas redes sociais nesta segunda-feira (29) para tecer comentários a cerca da morte do soldado da Polícia Militar da Bahia, Wesley Góes, de 38 anos.

Publicidade

Wesley foi morto por seus colegas de farda após ter um surto psicótico e disparar contra a guarnição do Bope que estava no local tentando uma negociação com o PM. O Fato ocorreu na tarde do último domingo (28), no Farol da Barra, em Salvador, Bahia.

De acordo com Eduardo Bolsonaro, o soldado foi morto, pois, prender trabalhador é a maior punição de um vocacionado em combater o crime, afirmou o deputado em seu perfil oficial no Twitter.

Publicidade

“Esse sistema ditatorial vai mudar. Protestos pipocam pelo mundo e a imprensa já não consegue abafar. Estão brincando de democracia achando que o povo é otário”, completou o parlamentar, fazendo referência às medidas de isolamento social que a Bahia e outros estados estão adotando para conter o avanço do coronavírus.

Publicidade

No estado baiano, o governador Rui Costa manteve as medidas restritivas até o dia 5 de abril e, por conta da situação em que se encontra a crise na saúde pública, Salvador e as demais cidades pertencentes ao estado também estão com toque de recolher em vigor. Sendo assim, somente serviços essenciais estão em funcionamento e a circulação de pessoas durante a noite está restrita a servidores essenciais.

Publicidade

Mesmo com a repercussão nacional do caso do soldado Wesley, o comandante-geral da Polícia Militar, Paulo Coutinho, afirmou que não existe a mínima possibilidade de que os militares mobilizem uma paralisação de suas atividades.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.