in

Ex-vice-prefeita de cidade de SP morre de Covid-19 sem saber que o filho também havia sido vítima da doença

Esposo de Vanda se encontra internado em estado grave lutando contra o coronavírus.

Veja

A cidade de Paulínia, situada no interior de São Paulo está de luto. Figura bastante conhecida no município, a ex-vice-prefeita Vanda Maria Camargo dos Santos morreu neste domingo (28) por complicações da Covid-19. A morte dela se deu dois dias após o filho, Vinícius Camargo, de apenas 25 anos, não resistir à doença. 

Publicidade

De acordo com informações repassadas pela Prefeitura de Paulínia, Vanda apresentou os primeiros sintomas da Covid-19 há cerca de 10 dias, pouco tempo depois de o filho ter passado mal já por complicações do coronavírus.

Mãe e filho foram internados no Hospital Municipal de Paulínia, e o quadro do jovem se agravou mais rápido do que a ex-vice-prefeita. 

Publicidade

Para controlar a respiração, Vinícius precisou ser intubado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em um curto intervalo, Vanda também foi para a UTI-covid, e no dia 25 de março foi intubada.

Publicidade

Horas depois dela ter sido internada na UTI, Vinícius não resistiu. Ela não teve tempo de ser informada da morte do jovem. Dois dias depois da perda, Vanda não resistiu e acabou morrendo.

Publicidade

Por conta dos protocolos sanitários, a família não pôde realizar velório em nenhum dos casos. Houve apenas o sepultamento das vítimas.

Drama continua

O marido de Vanda e pai de Vinícius, Belo, também foi diagnosticado com a Covid-19 e se encontra internado em um leito de UTI-Covid na mesma unidade hospitalar. O estado de saúde dele é grave. 

Nas redes sociais, diversos amigos e moradores de Paulínia fizeram homenagens à Vanda e se solidarizaram com os familiares pelas duas duras perdas. A Prefeitura do município, bem como a Câmara dos Vereados emitiram notas lamentando o ocorrido. 

Publicidade
Publicidade