in

Pai e filha morrem vítimas da Covid-19 em menos de 24h e caso deixa família desolada; os dois eram professores

Pandemia do coronavírus tem registrado elevado índice de mortes diárias no Brasil.

UOL

A pandemia do coronavírus segue devastando milhares de famílias brasileiras. Nas últimas semanas, o número de casos da Covid-19 cresceu exponencialmente. Em Marília, no interior de São Paulo, a morte de pai e filha com um curto intervalo, chocou os moradores.

Publicidade

Figuras conhecidas no município, os professores Oliveiro Pessoa Zamaio, de 62 anos, e a filha dele, Gisele Zamaio, de 32, morreram por complicação do coronavírus com apenas 24h de diferença. Ambos haviam sido diagnosticados com a doença no início deste mês. 

Engenheiro, Oliveiro dava aulas na Unimar (Universidade de Marília). Segundo familiares, ele começou a sentir os primeiros sintomas da doença no início de março. No dia 10, o professor foi internado no Hospital Beneficente Unimar. Após apresentar complicações em seu quadro clínico, ele foi intubado.

Publicidade

Um dia antes dele ser intubado, a filha Gisele precisou ser internada. Professora da Rede Estadual de Ensino, ela teve um agravamento por ter comorbidades e figurar no grupo de risco da doença. 

Publicidade

No último sábado (27), Oliveiro não resistiu às complicações e teve morte confirmada. Na madrugada do dia seguinte, menos de 24 horas depois, Gisele também faleceu. Ambos foram sepultados no domingo, e por conta dos protocolos sanitários não foram velados pelos familiares e amigos. 

Publicidade

Desabafo

Em publicação feita nas redes sociais, o esposo de Gisele, Christin Zanella, desabafou sobre a perda da companheira com que tem um filho. 

“Eu vou sentir muito a sua falta, você era uma pessoa maravilhosa, uma mãe cuidadora. Quem vai brigar comigo? Vou sentir saudades, que Deus receba de braços abertos você, mulher maravilhosa. Descanse em paz, meu amor. Mais uma estrela vai brilhar no céu”, disse ele, aproveitando também para se despedir do sogro, que considerava como um pai.

Publicidade