in

Conheça 3 dicas para poder lidar com a agitação das crianças

Para muitos pais, é difícil encarar toda a energia das crianças, principalmente nesse período de isolamento social.

Crescer

As crianças são muito agitadas, elas gostam de ficar pulando, dançando e não ficam quietas. Essa algazarra toda muitas vezes deixam os pais de cabelo em pé. Mas, afinal os pequenos são cheios de energia. Para muita gente é complicado lidar com tanta energia, principalmente no período de isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus.

Publicidade

Diante desse grande desafio, boa parte dos pais tem se sentido frustrados com a situação. A boa notícia é que os responsáveis pela galerinha podem auxiliar os pequenos a canalizar essa energia toda.

É necessário considerar algumas coisas na hora de ajudar a garotada, porém é preciso ressaltar três pontos essenciais para poder nortear os pais e as mães. Veja abaixo e aprenda a lidar melhor com a agitação dos filhos.

Publicidade

Mude a forma como olha para o comportamento elétrico da criança

As crianças cheias de saúde tem muita energia e sentem vontade de pular, correr e se movimentar. É com essas habilidades motoras que os pequenos desenvolvem sua inteligência. A verdade é que os pais devem ficar felizes de ter filhos cheios de energia, pois isso indica um despertar intelectual. Ao longo desse desenvolvimento psicomotor, a criança começa a gostar de brincadeiras mais calmas, ou seja, essa fase vai passar. Portanto, os pais precisam ver essa agitação com uma boa perspectiva.

Publicidade

Tentar entender a fonte da agitação

Para poder auxiliar os pequenos a se acalmar, é importante entender o motivo de estar agitada. Atualmente, os pais acabam estimulando muito os bebês. Isso na verdade é algo positivo, porém eles acabam se acostumando com atividades o tempo inteiro. O ideal é ter uma rotina diária para a criança. Ter momentos de brincadeira com os filhos é algo importante.

Publicidade

Vale ressaltar que alguns eventos podem provocar ansiedade na criança, quando os pais ou alguns dos familiares passam por alguma mudança, como no caso de uma separação, perda de emprego ou mudança de casa.

Tenha regras claras e expectativas plausíveis para os pequenos

Para poder incentivar seu filho a ser menos agitado, o ideal é explicar para a criança o comportamento que estão provocando problemas e o que realmente você espera dele. Procure estabelecer regras claras e quando for conversar chegue até o nível do pequeno, na altura dele, olhe dentro dos olhos e fale de forma calma o que está fazendo de errado.

Publicidade