in

Pai de Henry faz novo desabafo emocionante ao lembrar do filho e comove a web: ‘Muito difícil’

Henry Borel morreu na madrugada do dia 8 de março, e caso ainda segue sob apuração da Polícia Civil.

UOL

A morte do menino Henry Borel Medeiros gerou uma forte comoção nacional e vem desencadeando uma grande investigação para elucidar o caso, que conta com duas linhas de apuração por parte das autoridades: acidente doméstico, versão enfatizada pela mãe, Monique Medeiros, e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho, ou ação criminosa.

Publicidade

Acompanhando as investigações de perto e até sendo alvo da operação, uma vez que a polícia não descarta no momento nenhum tipo de possibilidade, o pai de Henry, o engenheiro Leniel Borel utiliza as redes sociais para lembrar de momentos especiais vividos com o filho.

Praticamente todos os dias, o pai da vítima relembra algum registro ao lado do filho, que tinha 4 anos. Neste sábado (27), o engenheiro publicou uma foto de um final de semana que teve com o filho, e desabafou sobre o quanto tem sido difícil não ter mais o pequeno Henry.

Publicidade

“Hoje seria mais um Sábado com você. Muito difícil acordar e saber que não vou poder abraçar você de novo. Os meus dias nunca mais serão iguais sem você, meu príncipe!”, desabafou Leniel. 

Publicidade

Após a publicação, o pai da vítima recebeu inúmeras mensagens de amigos e seguidores, que se mostram sensibilizados pelo caso. Na maioria dos comentários, Leniel recebe força e solidariedade.

Publicidade

“Que Deus com sua infinita bondade e misericórdia te console, te pegue no colo e acalme a tua alma. Há um tempo para todas as coisas debaixo do céu, a justiça será feita”, disse uma seguidora

Buscas e apreensão

Na última sexta-feira (26), a Polícia Civil realizou o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão em endereços ligados aos familiares do pequeno Henry Borel. Na ação, os agentes apreenderam celulares e notebooks da mãe, do padrasto e do pai do garoto. A residência onde o menino vivia foi interditada para maiores investigações, e a Justiça ainda decretou a quebra de sigilo dos investigados. 

Publicidade