in

Família interrompe velório e leva corpo de criança para o hospital após pastor dizer que ela estava viva

Caso aconteceu na madruga de ontem (25), no interior da Bahia e intrigou moradores.

Redes Sociais

Um caso atípico foi registrado na cidade Itaetê, na Bahia, na madrugada desta quinta-feira (25). Durante o velório de uma criança de 1 ano e 10 meses, familiares foram informados por um pastor evangélico que a vítima estava viva. Diante disso, eles saíram desesperados com o corpo da menina para o Hospital Municipal, mesma unidade que horas atrás havia confirmado o óbito.

Publicidade

Segundo informações repassadas pela unidade hospitalar, a criança chegou ao local sem os sinais vitais. A equipe médica executou todos os protocolos de reanimação por cerca de 30 minutos, e a morte da criança acabou sendo confirmada pelo médico de plantão. 

Abalados, os familiares iniciaram os procedimentos para o velório da menina durante a madrugada. No entanto, de acordo com a Prefeitura de Itaetê, os parentes da vítima procuraram a unidade de saúde, dizendo que o pastor havia tido uma revelação, e que a criança estaria viva.

Publicidade

Mesmo diante do primeiro diagnóstico, os familiares insistiram que os médicos verificassem o corpo da menina, e pela segunda vez, obtiveram a confirmação da morte da vítima. 

Publicidade

“Se mexeu”

Segundo informações da Polícia Civil, os familiares relataram que a criança teria se movido durante a cerimônia de velório. O caso acabou sendo registrado na Delegacia Territorial de Itaberaba e foi encaminhado para o município onde a família reside e foi palco da “revelação” do pastor.

Publicidade

Curiosamente, a causa da morte da garota não foi definida no laudo de óbito expedido pelo hospital. Diante disso, as autoridades expediram guias para a realização da perícia, que irá apontar as circunstâncias da morte.

Publicidade
Publicidade