in

Presidente Bolsonaro discursa em 30º aniversário do Mercosul

O presidente Jair Bolsonaro falou essa sexta-feira, dia 26 de março, no 30º aniversário do Mercosul.

Bolsonaro - Instagram

O presidente Jair Bolsonaro falou nesta sexta-feira, dia 26 de março, no 30º aniversário do Mercosul. O chefe de governo brasileiro pediu mais união ainda para os países membros, nesse momento mais complicado, com a pandemia da Covid-19. São muitas as vítimas da Covid. Não apenas todos os doentes e óbitos, mas também esse impacto negativo sobre os mercados. Por isso, é tão importante que todos os membros do Mercosul “redobrem os esforços nas negociações externas” e assim se ajudarem nas economias regionais.

Publicidade

Bolsonaro quer ‘modernização’ do Mercosul

A cerimônia foi virtual e Bolsonaro falou logo depois do presidente da Argentina, Alberto Fernández. Foi ele quem fez o discurso de abertura. Também falaram os presidentes do Paraguai, Uruguai, Chile e Bolívia, neste ano em que se celebram os 30 anos do bloco. Falando pelo Brasil, Bolsonaro pediu a “modernização” do Mercosul, mas lembrando sempre os inícios do bloco, pedindo o respeito pelas regras da “liberdade política e econômica” dos países membros.

Bolsonaro entende que o Mercosul só vai evoluir com os países negociando seus próprios tratados comerciais. Todos os membros do bloco têm suas diferenças políticas e econômicas. Isso pode ser um entrave nas negociações. “Entendemos que a regra do consenso não pode ser transformada em uma ferramenta de veto ou em um freio permanente. O princípio da flexibilidade está inscrito no próprio Tratado de Assunção [que fundou o Mercosul, em 1991]. O Brasil quer contar com o apoio dos outros membros do bloco para continuar expandindo a rede de negociações comerciais extrarregionais”, pediu Bolsonaro.

Publicidade

Bolsonaro também falou sobre a Covid-19 e suas vítimas

Jair Bolsonaro abriu seu discurso com um pensamento sobre o impacto da pandemia da Covid-19. Afinal, os mercados do Sul estão sendo também muito afetados por tudo isso que vem acontecendo pelo último ano. O presidente brasileiro lembrou o momento difícil que todos estão vivendo, falando que tudo isso aumenta mais ainda o desafio, para o desenvolvimento da região.

Publicidade

Além da importância desse contexto nos mercados, Bolsonaro deixou palavras para as vítimas da Covid-19. “Reafirmo minha solidariedade às famílias e meu profundo luto pela perda de vidas e pelo profundo sofrimento que a pandemia tem causado ao nosso povo”, lamentou o presidente brasileiro.

Publicidade

Publicidade
Publicidade
Publicidade