in

Colisão entre trens lotados deixa ao menos 32 vítimas fatais e 66 feridos

Ministério da Saúde do Egito abrirá investigação para apurar as causas do acidente.

Reprodução/Twitter

Um acidente envolvendo dois trens de passageiros deixou ao menos 32 vítimas fatais e outras 66 pessoas feridas nesta sexta-feira (26), em Sohag, região sul do Egito, de acordo com informações do ministério da Saúde daquele país.

Publicidade

“Trinta e dois cidadãos morreram e 66 ficaram feridos na colisão de dois trens em Tahta, no departamento de Sohag, a 460 km ao sul do Cairo”, afirmou o ministério.

Imagens gravadas em um local próximo do acidente foram divulgadas pela imprensa egípcia e circularam o mundo. Nelas, é possível ver vagões dos trens tombados próximo aos trilhos.

Publicidade

Hala Zayed, ministra da Saúde do Egito, informou que viajará até o local do ocorrido. A promotoria declarou que abrirá inquérito para que as causas do acidente sejam determinadas e, se necessário, os culpados sejam punidos.

Publicidade

O país é detentor de uma taxa altíssima de acidentes rodoviários e ferroviários. Em sua grande maioria, as causas são a falta de respeito às leis de trânsito, veículos em estado de conservação considerado ruim e estradas e ferrovias amplamente degradadas.

Publicidade

Pior tragédia ferroviária do Egito

Segundo o ministério da Saúde, a pior tragédia envolvendo trens já vista no país ocorreu em 2002, quando um incêndio atingiu um trem de passageiros lotado e tirou a vida de ao menos 373 pessoas. Na época, um integrante das várias equipes de resgate afirmou que o número total de vítimas poderia ter ultrapassado a marca de 400, tendo em vista que quando o número considerado oficial foi divulgado várias vítimas ainda eram retiradas dos destroços.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.