in

Brasil bate novo recorde na pandemia e se junta a França e EUA em lamentável lista

O país agora faz parte da lista lamentável de países que já alcançaram a mesma marca.

Daiane Mendonça

A semana tem sido de marcas ruins para o Brasil em relação a pandemia. Após atingir 300 mil óbitos, sendo mais de 3.000 em um único dia, o país registrou um novo recorde: 100.158 novos casos de covid-19 foram registrados em apenas 24 horas. Este é o maior aumento diário já registrado até então.

Publicidade

Antes disso, o número máximo de pessoas infectadas no período de 24h era de 90.570, registrado na última sexta-feira (19). Com a atualização, o Brasil alcança a marca de 12.320.169 pessoas diagnosticadas com o novo coronavírus.

Com o novo número o Brasil entra para uma lamentável lista de países que alcançaram a casa dos 100 mil casos em um só dia. De acordo com a Universidade Johns Hopkins, apenas França e Estados Unidos acompanham nosso país nesta estatística.

Publicidade

Além disso, 2.777 mortes foram acrescentadas aos dados, totalizando 303.462 vítimas. A marca de 300 mil foi alcançada na última quarta-feira (24), apenas dois meses após atingir a casa de 200 mil óbitos.

Publicidade

Estes dados se tornam ainda mais assustadores quando olhamos para trás e comparamos estes dois meses que levamos de 200 a 300 mil com o tempo que o país levou para ir de 100 a 200 mil: cerca de cinco meses, de agosto de 2020 a janeiro de 2021.

Publicidade

A aceleração na alta do número de mortes pode ser claramente ilustrada na situação em que se encontram os hospitais em todo o pais. Até a tarde desta quinta-feira (25), 24 estados e o Distrito Federal apresentavam ocupação de mais de 80% dos leitos de UTI. Rondônia e Mato Grosso já não tinham uma vaga sequer.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.