in

Idosa de 75 anos desaparece em mata por 7 dias e o que faz pra sobreviver é inimaginável

A senhora de 75 anos sofre de depressão e passou 7 longos dias perdida em meio a mata.

Saes Advogados/Imagem Meraramente Ilustrativa

Um caso ocorrido nesta segunda-feira (22) surpreendeu até mesmo aqueles que acreditam já ter visto de tudo. Uma idosa de 75 anos de idade foi encontrada com vida após passar uma semana completa desaparecida em uma região de mata, na cidade de Alcântaras, em Fortaleza.

Publicidade

Segundo informações do Corpo de Bombeiros da cidade, a idosa, identificada como Rita de Cássia, conseguiu sobreviver graças ao consumo de água da chuva e capim. A senhora foi resgatada apenas com arranhões e seguiu para um hospital da região para receber atendimento médico.

Ela está toda arranhada, debilitada, está muito frágil”, disse Francisco, filho de Rita. “Eu não sei nem explicar como estou me sentindo, até agora. Foi uma emoção muito grande, tanto para mim, quanto para os meus irmãos”, acrescentou o filho desta sobrevivente.

Publicidade

De acordo com informações divulgadas pelo portal de notícias UOL, os primeiros exames realizados pela idosa indicaram uma crise de diabetes e anormalidade na pressão arterial, que estava abaixo do esperado. 

Publicidade

Perguntado como foi possível que Rita tenha se perdido, Francisco detalhou que a mãe sofre de depressão. De acordo com ele, foi um milagre que sua mãe tenha sobrevivido e ele realmente não contava que ainda fosse encontrá-la com vida. “Nós vamos cuidar dela”, concluiu.

Publicidade

O caso de dona Rita lembra o acontecido próximo a Curvelo, em Minas Gerais, quando uma senhora, identificada como Dona Geralda, de 76 anos de idade, caiu em um buraco, passou oito dias consumindo água da chuva e foi encontrada com vida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Higor Mendes

Redator com três anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.