in

Guedes projeta cenário ‘totalmente diferente’ em 60 dias contando com a aceleração da vacina

Paulo Guedes diz que se forem aplicadas um milhão de doses por dia, como prometido pelo ministro da Saúde, em 40 dias todos idosos estarão imunizados.

Fabio Rodriguez Pozzebom/Agência Brasil

Contando com a desaceleração da pandemia da Covid-19 no Brasil diante de um isolamento “mais inteligente e seletivo”, o ministro da Economia Paulo Guedes projeta uma melhora na economia brasileira para daqui a 40 dias.

Publicidade

Guedes diz que, de acordo com uma promessa feita pelo novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o País aplicará um milhão de doses do imunizante por dia, desta forma, em cerca de 40 dias todos os idosos do Brasil estarão imunizados contra o vírus. Diante disso, o ministro ressalta que mais de 85% dos mortos da Covid-19 tinham mais de 60 anos.

Mesmo assim, vale ressaltar que atualmente a Covid-19 conta com novas variantes, desta forma, a idade de risco da doença pode abaixar, contudo, segundo Guedes, “em 40 dias teremos um novo cenário”.

Publicidade

Guedes acrescenta ainda que, mesmo diante dos picos preocupantes causados por essa segunda onda, se comparado com outros países, essa alta não durou muito. Otimista, ele diz que em dois meses o Brasil viverá um horizonte completamente diferente.

Publicidade

Diante disso, o ministro diz que é preciso manter a economia, isso seguindo os protocolos de segurança, e ainda fazer a manutenção do Auxílio Emergencial, mesmo que seja de um menor valor. Entre as medidas criadas para ajudar os brasileiros em meio à pandemia, Guedes afirmou que, caso o Senado aprove o orçamento, será possível antecipar o benefício do 13º para aposentados e pensionistas.

Publicidade

Vale ressaltar que na quarta-feira, 24, foi anunciado o diferimento dos impostos do Simples Nacional, o que deve avaliar a situação financeira das médias e pequenas empresas do País, que atualmente vêm sofrendo com os impactos da crise.

Publicidade
Publicidade
Publicidade