in

Papai Noel, famoso ao ter sido atacado por criança, morre vítima da Covid-19 em SP

Homem protagonizou um episódio que teve repercussão nacional em 2017, quando sofreu tentativa de agressão.

UOL

Figura bastante conhecida em Itatiba, no interior de São Paulo, o Papai Noel voluntário Luiz Ordine, popularmente conhecido como Luizão, foi mais uma vítima da Covid-19 no município. Luizão tinha 85 anos e era dono de uma funerária. Ele se tornou destaque nos noticiários nacionais em 2017, quando acabou sendo apedrejado por crianças após os doces natalinos que ele distribuía acabarem.

Publicidade

Em um comunicado divulgado, a empresa de Ordine lamentou a morte do idoso, que integrava o grupo de risca da Covid-19. 

“Há algum tempo Luizão como gostava de ser chamado vinha bravamente lutando com todas as forças contra esse vírus que vem assolando não apenas nossa cidade, nem tão pouco nosso país mas todo o mundo”, publicou Funerária Ordine no Facebook.

Publicidade

Com 100% de ocupação de seus leitos de UTI para casos da Covid-19, o município de Itatiba acumula 112 mortes em decorrência de complicações provocadas pelo coronavírus. O número de casos de infecção na cidade paulista é de 7.060, conforme o último boletim enviado.

Publicidade

O caso de repercussão

Acostumado a distribuir doces em tempos de Natal, Ordine era bastante conhecido no município de Itatiba. Em 2017, no entanto, ele acabou sendo atacado com pedras por crianças que se mostraram furiosas após o estoque de balas do “Bom Velhinho” se esgotar.

Publicidade

Na véspera do Natal, Ordine subiu em trenó com a ajuda de três pessoas, saiu pelas ruas da cidade que conta com pouco mais de 100 mil habitantes

Na oportunidade, um dos auxiliares de Ordine relatou que cerca de sete crianças, com idades entre 9 a 12 anos, iniciaram uma corrida em direção do trenó arremessando pedras e doces. Um dos ajudantes quase foi atingido na cabeça. Ordine, por sua vez, se mostrou bastante decepcionado e não quis falar sobre o episódio. 

Publicidade
Publicidade