in

Padre debocha de isolamento, álcool em gel e uso de máscara; vídeo gera revolta: ‘Ahh, máscara, socorro’

Religioso apareceu em vídeo de quase 1 hora, questionando e zombando dos protocolos contra a Covid-19.

Metrópoles

A pandemia do coronavírus segue assolando a população nacional de forma arrebatadora nos últimos meses. Contudo, mesmo diante do cenário de calamidade, muitos negacionistas desdenham da situação vivida e zombam dos protocolos adotados para diminuir a disseminação do vírus.

Publicidade

Já conhecido no país por uma polêmica envolvendo um impedimento de um aborto no passado, o padre Luiz Carlos Lodi da Cruz, de Anápolis, em Goiás, apareceu em um vídeo negando e ironizando todos os protocolos adotados durante o período pandêmico. 

Na live de quase 1 hora feita no último domingo (21), e divulgada no YouTube, o religioso surge criticando a suspensão das missas presenciais e ainda zombou do uso de máscaras, álcool em gel e isolamento social.

Publicidade

Não obedece mais

Segundo o religioso, ele respeitou todos os protocolos no primeiro ano da pandemia, mas “com a cabeça mais tranquila”, revela que pensa: “será que eu deveria ter obedecido? Agora vejo que errei por excesso”, disse o sacerdote. 

Publicidade

“Já houve muitas outras bem piores do que essa (pandemia). O que me assusta é o pavor que essa epidemia está gerando. O desejo de ficar com máscara o tempo todo. ‘Ahh, máscara, socorro. Se eu não usar máscara vou morrer”, ironizou Luiz Carlos.

Publicidade

As declarações polêmicas do religioso impactaram em uma onda de revolta nas redes sociais. O vídeo hospedado no canal Centro Dom Bosco, no YouTube, acabou sendo denunciado pelo perfil BCovidfest.

Nas últimas semanas, o Brasil registrou um aumento significativo de novos casos de infecção e mortes em decorrência de complicações provocadas pelo coronavírus. Na terça-feira (23), o país ultrapassou a barreira amarga de 3 mil diárias, e o índice de óbitos rompeu a casa dos 300 mil desde o início da pandemia. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade