in

Como se cuidar contra a Covid-19 na pior fase da pandemia?

A pandemia de Covid-19 está passando por um momento crítico em todo o Brasil.

HMCA

A pandemia de Covid-19 está passando por um momento crítico em todo o Brasil. E até que a situação melhore, é preciso que cada um faça a sua parte, se protegendo para evitar que o vírus se prolifere ainda mais.

Publicidade

Tendo isso em mente, algumas atitudes no dia a dia podem colaborar para diminuir o contágio. A começar pelo uso correto de máscaras faciais cirúrgicas em qualquer ambiente externo, que protegem o sistema respiratório. Também é preciso respeitar o distanciamento social de 2 metros, lavar as mãos antes e após fazer as refeições, assim como ao desembalar as compras do mercado, principalmente ao ter contato com o ambiente externo por causa da incidência de contágio por aerossóis. Afinal, a saúde integral e a qualidade de vida, estão intimamente ligadas à saúde do corpo.

Mas além das regras de convivência, é possível cuidar do próprio corpo para estar preparado na luta contra o coronavírus. Uma das ações que todos podemos tomar é cuidar da saúde digestiva, através do equilíbrio da microbiota intestinal. A microbiota, também chamada de flora intestinal, é o conjunto de microrganismos existentes dentro do nosso intestino.

Publicidade

A microbiota equilibrada pode ajudar a combater infecções danosas ao organismo por meio do auxílio do fortalecimento do sistema imunológico. Para manter microbiota em equilíbrio, hábitos saudáveis devem ser adquiridos em sua rotina: seguir uma dieta saudável, dormir oito horas por dia, praticar exercícios físicos, consultar periodicamente um profissional de saúde e moderar o consumo de bebidas alcoólicas.

Publicidade

Outra forma de ajudar na saúde da microbiota intestinal é optar pelo uso de probióticos que sejam estudados em ensaios clínicos em humanos e que são comprovadamente seguros para a saúde. Probióticos são microrganismos vivos que, quando ingeridos em quantidades adequadas, trazem benefícios à saúde. Foi observado com auxílio de pesquisas clínicas que alguns probióticos têm a capacidade de contribuir com o fortalecimento da barreira intestinal e assim proteger a saúde do organismo como um todo.

Publicidade

Há uma interação entre a microbiota intestinal e as células de defesa do organismo e é cientificamente comprovado que a microbiota equilibrada com o auxílio de probióticos específicos pode levar até a uma melhor resposta à vacina de influenza.

A prevenção é sempre a melhor estratégia.

Publicidade
Publicidade

Escrito por Anna Müller

Bastante ativa nas redes sociais, escrevo conteúdo sobre os mais diversos assuntos para a plataforma i7 Network.