in

Polícia encontra 29 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 escondidas em galpão na Itália

A polícia italiana fez uma grande descoberta de milhões de vacinas da Oxford e AstraZeneca.

Uol

A vacinação contra a Covid-19 está sendo realizada em diversos países do mundo. Cada país está comprando e negociando os lotes de vacinas para distribuir para a população de maneira que o cronograma seja corrido e todos os cidadãos consigam receber o imunizante. Nesta quarta-feira, a polícia encontrou 29 milhões de doces de vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca e Oxford.

Publicidade

As doses estavam escondidas em um armazém na cidade de Roma, na Itália, e traz à tona um número de doses maior do que o que distribuído por toda a União Europeia. A polícia italiana foi a responsável pela apreensão das doses, segundo o jornal italiano La Stampa.

Ainda de acordo com o jornal, a vacinação contra a Covid-19 com a vacina da AstraZeneca foi paralisada em aproximadamente 13 países. O motivo da parada foram os muitos casos de pessoas com trombose e embolia após terem recebido a vacina desse laboratório. Assim, a farmacêutica que distribuía a AstraZenec estava encontrando dificuldades de cumprir o cronograma de entrega pré-estabelecido que visava atingir a meta de 90 milhões de vacinas.

Publicidade

As autoridades acreditam que as vacinas encontradas seriam enviadas para o Reino Unido, sem que os europeus tivessem conhecimento, já que o contrato com os britânicos ainda estava de pé.

Publicidade

O galpão onde as vacinas foram encontradas pertence a uma empresa que produz medicamentos, a Catelent. A polícia só começou a investigar a empresa depois de perceber que havia divergências entre o que era produzido e o que estava realmente sendo distribuído. Ao verificar o local, acabou descobrindo as doses. 

Publicidade

Apesar de acreditarem que as vacinas seriam enviadas para território britânico, a polícia não descobriu nenhum indício de que as doses estavam sendo preparadas para esse fim. De acordo com a empresa, 16 milhões de doses seriam distribuídas na União Europeia e 13 milhões seriam destinadas ao programa Covax, que pretende ajudar países com dificuldades na aquisição do imunizante.

Publicidade

Escrito por Tatiane Braz

Estudante, escritora e apaixonada pela verdade, tenho como meta levar a notícia de forma clara e real. Amo ler e percebo a cada dia que um mundo melhor se faz quando o conhecimento que adquirimos é colocado em prática.