in

Médico relata choque com UTIs lotadas de jovens com Covid-19: ‘chegam à UTI para falecer’

O médico Matheus Alves Lima relatou o choque ao ver jovens entre 25 e 40 anos internados na UTI por complicações da Covid-19.

Reuters / BBC News Brasil

Recentemente, o médico Matheus Alves de Lima, que atualmente atende os pacientes da Covid-19 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) de duas unidades hospitalares de campanha no Distrito Federal, ilustrou uma preocupante mudança no perfil dos pacientes graves do coronavírus, isso em meio ao colapso dos sistemas de saúde de todo o Brasil.

Publicidade

Para a BBC News Brasil, o Dr. Alves disse que tiveram a morte de um jovem de 25 anos, “o que é muito chocante”.

Matheus ainda relatou a história de um outro paciente, desta vez de 28 anos, que acabou não resistindo a ser exturbado (processo realizado para a retirada da ventilação mecânica), por isso, precisou ser intubado novamente e ainda submetido a hemodiálise. Alves ressalta que, se não fosse pela pandemia da Covid-19, o jovem jamais precisaria ser submetido a uma hemodiálise com 28 anos.

Publicidade

O médico diz que nos últimos 60 dias os profissionais de saúde têm se deparado cada vez mais pacientes com idades entre 25 e 40 anos precisando ser intubado por causa da Covid-19, “o que assusta”. Silva conta se tratar de pacientes que já chegam ao local em estado grave, isso depois de terem esperado por um leito de UTI em meio às emergências lotadas.

Publicidade

O profissional diz que eles intubam, intubam, mas não acaba. Além disso, Alves ainda relata casos de jovem que chega em choque e precisam de diálise de urgência. E mais, o Dr. ainda diz que, em alguns casos, os pacientes “chegam à UTI para falecer”.

Publicidade

Vale ressaltar que esse aumento no número de pacientes jovens em situação grave da Covid-19 já havia sido comentado por Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde do Estado de São Paulol, durante uma entrevista concedido no dia 1 de março.

Publicidade
Publicidade