in

Brasil atinge o número de 300 mil mortos pela Covid-19 em meio à crise sanitária em todo o país

Nesta quarta-feira, 24, o Brasil atingiu exatos 300.015 mil mortos pela pandemia da Covid-19, decretada há um ano no País.

Reuters

Nesta quarta-feira, 24, o Brasil atingiu o número de 300.015 mortes causadas pela Covid-19 no Brasil. A pandemia, que foi decretada há pouco mais de um ano, já causou 300 mil despedidas no País, muitas delas em meio a um verdadeiro colapso hospitalar. Nas últimas 24 horas, 1.172 pessoas morreram vítimas da doença, isso de acordo com um balanço parcial divulgado pelo consórcio de veículos de imprensa às 16h40 desta quarta-feira, 24.

Publicidade

De acordo com dados da plataforma Our World in Data, na última sexta-feira, 19, o Brasil completou duas semanas como sendo o País com mais mortes diárias causadas pela covid-19 em todo o mundo. Apenas considerando os dados da última semana, 27% dos óbitos de todo o mundo aconteceram no Brasil.

Vale recordar que o Brasil ultrapassou os Estados Unidos no dia 5 de março, quando registrou um total de 1,8 mil óbitos diários (antes os EUA haviam atingido 1.763 óbitos). Depois disso, a diferença só foi aumentando e, por diversas vezes, o Brasil noticiou quase 3 mil óbitos diários causados pela pandemia.

Publicidade

Contudo, de acordo com o professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, Domingos Alves, a crise sanitária no Brasil ainda vai piorar e, em breve, ele aponta que a média móvel de mortes causadas pela doença chegue a 3 mil. Domingos ressalta que o país atingiu 300 mil mortes da doença em meio a troca no Ministério da Saúde, e que “temos um dos piores indicadores do mundo”.

Publicidade

Vale lembrar que nesta semana Bolsonaro trocou o ministro da Saúde pela terceira vez desde o início da pandemia. Desta vez, saiu o general Eduardo Pazuello e entrou o cardiologista Marcelo Queiroga.

Publicidade
Publicidade