in

Caso Henry: pai do garoto acha atitude de mãe e padrasto estranha; ‘me acendeu a luz amarela’

Leniel Borel contou o que achou estranho no socorro prestado pela mãe e pelo padrasto.

Arquivo pessoal Leniel / Reprodução Record TV

Em entrevista à youtuber Antonia Fontenelle, o engenheiro Leniel Borel falou sobre a morte do filho, o menino Henry Borel, na madrugada do dia 8 de março. O caso não está totalmente explicado e a Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu investigação e já ouvi algumas testemunhas.

Publicidade

Henry estava no apartamento onde morava com a mãe, a professora Monique Medeiros, e o padrasto, Jairo Souza Santos, o Dr. Jairinho, vereador no Rio de Janeiro. O casal levou o menino para o hospital após ele suspostamente passar mal. Leniel deu sua versão dos fatos e contou o que chamou a atenção na atitude de Jairinho e Monique.

Leniel chegou ao hospital e viu os médicos reanimando o filho. Ele quis saber o que aconteceu. Monique e Jairinho contaram que o menino havia passado mal e eles resolveram levá-lo ao hospital com urgência. “Ele (Jairinho) foi dirigindo e ela (Monique) foi fazendo respiração boca a boca. Ali me acendeu a luz amarela”, contou Leniel.

Publicidade

A explicação veio a seguir. “Eu já acho um pouco estranho porque o Jairinho foi me apresentado como médico, então pra mim o normal deveria ter sido o contrário: a Monique dirigindo e ele fazendo os processos de reanimação. Dez anos que eu estive com a Monique, eu não lembro de Monique ter feito nenhum procedimento, nenhum treinamento de primeiros socorros”, afirmou.

Publicidade

No domingo (21), Jairinho contou em entrevista ao jornalista Roberto Cabrini, da RecordTV, que não fez a massagem cardíaca no garoto porque a última vez que havia feito isso foi em um boneco, na época da faculdade. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!