in

Jovem de 21 anos morre por Covid-19 após parto de emergência; família desabafa: ‘Deus levou uma parte de mim’

Mulher estava internada desde o dia 10 de março, mas parto de urgência prejudicou seu quadro de luta contra a Covid-19.

UOL

Uma jovem de 21 anos morreu após não resistir ao parto de emergência realizado por conta de complicações da Covid-19. Tauane Cristina Maciel estava com 34 semanas de gestação, e internada há 12 dias para tratamento da infecção provocada pelo coronavírus. O caso foi registrado na última segunda-feira (22), na cidade de Franca, no interior de São Paulo.

Publicidade

De acordo com informações do UOL, a jovem residia na cidade Guará, que fica vizinha à Franca. Ela estava internada na Santa Casa do município desde o dia 10 de março, quando apresentou sintomas da Covid-19 e apresentou quadro de complicações.

Diante do fato dela ser do grupo de risco por conta da gravidez, a respiração acabou sendo afetada por conta da presença do bebê no útero. Por conta disso, a equipe médica optou por um parto de emergência, o que acabou agravando o seu quadro clínico.

Publicidade

Ela e o bebê recém-nascido foram encaminhados para a Unidade de Terapia Intensivo (UTI), mas Tauane não resistiu e morreu horas depois do parto. A criança permanece na UTI, mas com situação estável, segundo o hospital.

Publicidade

Comoção

A morte da jovem gerou forte comoção nas redes sociais, diversas pessoas prestaram homenagens. Em um desabafo feito, a irmã dela, Maria Eduarda Maciel, externou o sentimento de dor vivenciado pela família, e mostrou força para cuidar do sobrinho recém-nascido.

Publicidade

“Deus levou uma parte de mim e deixou outra de presente pra nossa família, receba de braços abertos, Deus, a estrela mais linda da nossa família. Eu prometo cuidar bem do seu filho como se fosse meu filho. Eu te amo para sempre, minha Tata”, lamentou Maria Eduarda. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade