in

Após um ano de pandemia, Bolsonaro vai criar comitê contra a Covid-19

Após se reunir com ministros e governadores, Jair Bolsonaro anunciou a criação de um comitê para tratar de medidas contra a Covid-19.

REUTERS/Ueslei Marcelino

Nesta quarta-feira, 24, o presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou a criação de um comitê que se reunirá semanalmente com o objetivo de criar ações de combate a pandemia da Covid-19. E mais, o chefe do Executivo ainda revela que também haverá uma coordenação com os governadores.

Publicidade

Bolsonaro anunciou estas decisões após participar de uma reunião que contou com chefes dos demais Poderes, ministros e governadores de alguns Estados.

O presidente destaca que será feito um esforço pela vacinação de toda a população, mas também chega a mencionar a possibilidade de um tratamento precoce, contudo, diz que isso ficará sob responsabilidade do Ministério da Saúde.

Publicidade

Vale lembrar que o novo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, já chegou a prometer para a população que será criados novos protocolos no sentido de fortalecer a assistências aos pacientes com coronavírus.

Publicidade

No último domingo, 21, Bolsonaro completou 66 anos, e começou o dia fazendo um balanço sobre sua gestão, enfatizando as ações de combate à Covid-19. Nas redes sociais, o presidente publicou a imagens de embalagens dos imunizantes fabricados pela Fiocruz e pelo Instituto Butantan. Na publicação, o chefe do Executivo reforçou que naquele fim de semana o Ministério da Saúde distribuiu mais de 5 milhões de doses da vacina por todo o Brasil.

Publicidade

Além disso, Bolsonaro também ressaltou que ao todo já foram distribuídas mais de 25 milhões de doses pelo país, e, destas, mais de 13 milhões já foram aplicadas. Bolsonaro ainda aproveitou para destacar a chegada de um avião em Porto Velho (RO), na sexta-feira, 19, levando um contêiner com oxigênio líquido que seria usado para o atendimento de pacientes graves com Covid-19.

Publicidade