in

Padre jovem morre vítima de Covid-19 no PR e fiéis ficam desolados com perda: ‘superou toda dor e sofrimento’

Religioso passou quase um mês internado lutando pela vida, mas acabou não resistindo.

Arquidiocese de Maringá

Figura bastante conhecida na comunidade católica do Paraná, o padre Sérgio Meschini Filho é mais uma vítima fatal da Covid-19 entre religiosos. Lutando contra a doença há algumas semanas, o sacerdote de 37 anos não resistiu às complicações do coronavírus e teve morte confirmada na última terça-feira (23). A informação foi repassada pela Arquidiocese de Maringá através das redes sociais.

Publicidade

O religioso estava internado desde o dia 26 de fevereiro na Santa Casa de Maringá. Na nota emitida, o bispo Dom Severino decretou luto de dois no município paranaense. Antes de morrer, Sérgio recebeu as visitas dos irmãos e do padre Altair Ciarallo. 

“Fizemos uma oração de entrega e ele foi para os braços de Deus”, disse a irmã, Maira. “Padre Sérgio superou toda dor e sofrimento e foi acolhido pelos anjos na casa definitiva. Deus o acolha na alegria do Reino”, afirmou o Arcebispo de Maringá, Dom Severino Classen

Publicidade

Sérgio Meschini exercia suas funções religiosa na paróquia Sagrado Coração de Jesus de Maringá. O sacerdote era mestre em direito canônico e tinha o desejo de fazer doutorado na área. 

Publicidade

Outros casos

Dois padres da Arquidiocese de Maringá estão lutando contra a Covid-19. O primeiro é o padre Sidney Fabril, de 57 anos, que está com quadro grave na UTI da Santa Casa, e o padre Alfeu Lêonidas Teodoro, de 66 anos, que também se encontra na mesma situação no Hospital Maringá. 

Publicidade

Desde o início da pandemia, a cidade paranaense computa quase 37 mil casos de infecção, – destes, 32.774 já estão recuperados – e 667 mortes em decorrência de complicações da doença, que no âmbito nacional se aproxima da marca negativa de 300 mil óbitos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade