in

São Paulo só tem estoque de ‘kit intubação’ para mais uma semana

De acordo com o governo paulista a falta da medicamentação tem haver com a falta de repasse do governo federal.

Foto: Lincon Zarbietti/AGIF

O estado de São Paulo está vivendo um momento crítico da pandemia. O ente federal afirmou que somente há estoque para a intubação de pacientes contra a Covid-19 para mais só uma semana. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, há o risco de desabastecimento por falta de repasse do governo federal.

Publicidade

Os neurobloqueadores são medicamentos essenciais para auxiliar na intubação dos pacientes que estão em estado grave da Covid-19. O medicamento age diretamente no relaxamento da musculatura, da caixa torácica e ainda ajudam o paciente a permanecer com a ventilação mecânica. O estado de São Paulo já acumula um total de 12 mil pessoas internadas em leitos de UTI e na última segunda-feira (22), o estado registrou um total de 1.021 mortes, o recorde de óbitos causados pela Covid-19.

Pela questão da falta de medicamentos, a Secretaria da Saúde do estado vem orientado que os gestores de hospitais que compõem a rede pública e privada a manter o monitoramento do estoque do ‘kit intubação’ e utilizar os disponíveis de forma racional para otimizar a utilização e não deixar nenhum paciente desamparado.

Publicidade

Nesta terça-feira (23), o Ministério da Saúde afirmou que começou a entregar mais de 1,4 milhão de medicamentos para a intubação para todo o Brasil, em parceria realizada com duas empresas fabricantes. Ainda de acordo com a pasta, a distribuição é realizada com base no monitoramento realizados em estados e municípios.

Publicidade

São Paulo registrou um aumento de 113% no número de pacientes infectados com Covid-19 em apenas um mês. Nesta segunda-feira (22), a ocupação dos leitos de UTI chegou a 91,9% em todo o estado, contra 77,2% no momento mais crítico da pandemia no ano passado.

Publicidade
Publicidade
Publicidade