in

Pfizer inicia testes em humanos de medicamento para tratar a Covid-19

O medicamento que está sendo desenvolvido poderá ser usado ao primeiro sinal da doença.

Foto: Chris Ratcliffe/Bloomberg

A farmacêutica Pfizer, que já possui a vacina com maior eficácia contra a Covid-19, agora está trabalhando no desenvolvimento de um medicamento que poderá ser utilizado no momento que for constatada a infecção por Covid-19. O remédio apresentou resultados satisfatórios em laboratório e agora deve seguir para a fase clinica (realizada em humanos), segundo o comunicado oficial da companhia.

Publicidade

Caso a fase clínica de testes mostre a eficácia e a segurança do medicamento, a droga poderá ser prescrita logo no início da infecção por Covid-19. O medicamento terá a função de bloquear a replicação viral, desse modo será evitado que os pacientes entrem no estado grave da doença e venham a óbito.

A Pfizer afirmou ainda que o medicamento está se mostrando muito potente nos testes laboratoriais. O nome do medicamento ainda não foi escolhido, por enquanto, apenas há a denominação PF-07321332. A droga, como já dito é um inibidor de protease e impede que o vírus se multiplique. Essa ação inibidora do medicamento da Pfizer, já se mostra eficiente  para tratar outras doenças virais, como o HIV e a Hepatite C, sendo utilizado de forma solo ou em conjunto com outros antivirais para aumentar a potência.

Publicidade

A farmacêutica acredita que essa classe de moléculas pode realizar tratamentos bem tolerados contra a Covid-19, visto que os antivirais atualmente comercializados não relataram nenhum problema de segurança. Além do medicamento via oral, a Pfizer também está desenvolvendo um medicamento para ser administrado pela via venosa em pacientes já hospitalizados pela Covid-19.

Publicidade

O candidato da Pfizer está atrás de outros dois antivirais. Atualmente somete o medicamento Remdesivir foi aprovado e está sendo utilizado para o tratamento contra a Covid-19.

Publicidade
Publicidade
Publicidade