in

Caso Henry: atitudes do garoto no interior do apartamento antes da morte são reveladas

Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga a morte misteriosa de Henry Borel, de quatro anos.

Arquivo pessoal Monique Medeiros / Reprodução Globo

Henry Borel, de apenas quatro anos, está morto. O menino morreu na madrugada do dia 8 de março e a Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando o caso para saber o que aconteceu com a criança que estava com a mãe, a professora Monique Medeiros, e o padrasto, Jairo Souza Santos, o vereador Dr. Jairinho, no apartamento localizado na Barra da Tijuca.

Publicidade

Henry havia passado o fim de semana com o pai, o engenheiro civil Leniel Borel, e retornou para casa no domingo (7) à noite. A mãe e o padrasto assistiam a série na sala do apartamento, enquanto Henry Borel dormia no quarto do casal. De acordo com reportagem do Fantástico, o garoto frustrou os planos dos adultos de assistirem série na sala.

O menino acordou três vezes, talvez com o barulho da TV vindo da sala. Por causa disso, a mãe o padrasto decidiram assistir a série no quarto de hóspedes. O barulho poderia ser menor e isso facilitaria a noite de sono de Henry. Dr. Jairinho havia tomado remédios e dormiu.

Publicidade

Por volta das 3h30, Monique acordou com o barulho da TV, arrumou o braço do namorado na cama, que acordou e foi ao banheiro, enquanto ela foi ao quarto. Lá, Monique encontrou Henry caído no chão, com as mãos e os pés frios e os olhos revirados.

Publicidade

O casal levou o garoto ao Hospital Barra D’Or, localizado a cerca de 10 minutos do condomínio onde moram, mas ele chegou sem vida ao local. A Polícia Civil já ouviu Monique, Dr. Jairinho e o pai da criança. Ontem (22) foram ouvidos três vizinhos e quatro médicos. A faxineira do apartamento deve ser ouvida também.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!