in

Modelo e crossfiteira morre aos 39 anos com Covid-19; família diz que ela não possuía doença preexistente

Elarce Bárbara da Silva estava com 70% do pulmão comprometido e teve uma parada cardíaca.

G1 | Divulgação

A Covid-19 segue fazendo inúmeras vítimas em todo o mundo. No Brasil, a doença enfrenta sua fase mais crítica desde o primeiro caso no país. Inicialmente, especialistas determinaram grupos de risco para a doença, como idosos e pessoas com doenças preexistentes, porém, o vírus tem feito vítimas de todas as idades.

Publicidade

No último domingo (21), Elarce Bárbara da Silva, de 39 anos, faleceu por complicações causadas pela Covid-19 em Cuiabá, Mato Grosso. De acordo com o site G1, a empresária era modelo e praticante de crossfit. Segundo a família, Elarce não possuía nenhuma doença preexistente e levava uma vida saudável.

A empresária teria começado a sentir sintomas da Covid-19 há cerca de 15 dias. A família conseguiu que ela fosse internada em um Hospital Municipal, onde o quadro se agravou e a modelo precisou ser intubada. Após quase duas semanas lutando pela vida e com cerca de 70% do pulmão comprometido, Elarce veio a óbito após uma parada cardíaca.

Publicidade

O caso gerou bastante comoção nas redes sociais. Amigos e familiares chegaram a fazer diversas publicações pedindo orações para a empresária, que era mãe de três filhos. O sepultamento da modelo ocorreu nesta segunda-feira (22), em um cemitério de Cuiabá.

Publicidade

Apesar de a vacinação ter sido iniciada no Brasil, os casos de infecções e óbitos crescem cada dias mais. Até o momento, o país contabilizou mais de 12 milhões de casos e mais de 295 mil óbitos. Nesta semana, o Brasil também registrou mais um triste recorde, mais de 75 mil novos casos da doença por dia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade