in

Avó de trigêmeos órfãos que perderam a mãe por Covid-19 morre uma semana após duas filhas; caso comove

Crianças perderam pai, mãe, tia e avó em um curto intervalo de tempo; família está desolada.

UOL

Devastador. Esse é um dos termos que pode ser classificado a pandemia do coronavírus em solo nacional. Nas últimas semanas, os casos de infecção e de óbitos em decorrência da doença tem crescido significativamente, e ceifado a vida de milhares de pessoas.

Publicidade

Em Parisi, cidade do interior de São Paulo, uma família perdeu três integrantes em um curto intervalo de tempo. Avó dos trigêmeos que ficaram órfãos na última semana, após a mãe morrer pela Covid-19, Valentina Peris de Faria, de 66 anos, também foi outra vítima da pandemia.

Tragédia familiar

Além da mãe das crianças, Ana Paula Faria, de 36 anos, ela já tinha perdido outra filha, Karina Angélica Faria, de 33 anos, por complicações da doença. O pai dos trigêmeos, que hoje estão com cinco anos, morreu em um acidente automobilístico no final do ano passado. 

Publicidade

Dona Valentina estava internada na Santa Casa de Votuporanga (SP) desde o início de março, quando testou positivo para a Covid-19. Ela e as duas filhas foram contaminadas com outros membros da família. Após apresentar um quadro de piora, Valentina foi intubada em um leito de UTI-covid, e sequer soube da morte da primeira filha.

Publicidade

Na última segunda-feira (15), quando Ana Paulo não resistiu às complicações da Covid-19 e morreu, Dona Valentina tinha apresentado uma melhora, mas a piora foi repentina e fatal, e ela também veio a óbito.

Publicidade

“E perdemos mais uma. Te amarei eternamente! Obrigado por todos os conselhos, pelas orações e pelos abraços apertados”, disse um sobrinho de dona Valentina, externando o sentimento de tristeza profunda dos familiares. 

Publicidade