in

Índia vai atrasar envio de novas doses de vacinas contra a Covid-19 ao Brasil

País comunicou adiamento no envio de novas doses após críticas internas referentes à doação e venda de vacinas.

REUTERS/Francis Mascarenhas

O Sll (Instituto Serum da Índia) afirmou ao Brasil, Marrocos e Arábia Saudita que o envio de novos lotes da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca será adiado, isso devido ao aumento da demanda no país. De acordo com o instituto, atualmente, a Índia vem trabalhando para aumentar a sua capacidade de produção. As informações são da Reuters.

Publicidade

O adiamento da entrega de novas vacinas se dá após a Índia, que é considerada a maior fabricante de vacinas do mundo, sofre com críticas por vender e até mesmo doar mais doses das vacinas do que as que foram aplicadas em casa. Mesmo assim, vale ressaltar que o país registra o maior número de infectados pela doença, isso após os Estados Unidos e Brasil.

Atualmente, a Índia enfrenta um aumento no número de casos confirmados da doença e o total passa de 11,6 milhões.

Publicidade

Os atrasos no número de casos, que foram relatados inicialmente pelo jornal ‘Times of India’, foram divulgados apenas alguns dias depois que a Grã-Bretanha comunicou à população que teria que desacelerar o processo de vacinação contra a Covid-19, isso provavelmente porque o SLL já havia comunicado ao país que a entrega de novas doses só aconteceria depois do previsto.

Publicidade

Até o momento, o instituto forneceu apenas metade das 10 milhões de doses que foram encomendadas pela Grã-Bretanha.

Publicidade

Além disso, de acordo com o Ministério de Relações Exteriores da Índia, o país forneceu ainda 4 milhões de doses ao Brasil, 3 milhões a Arábia Saudita, e 7 milhões ao Marrocos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade