in

Polícia encontra revolver na casa de empresário que ameaçou atirar no ex-presidente Lula

Segundo o empresário José Sabatini, de 70 anos, ele não tem a intenção de matar o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva.

Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil de São Paulo apreendeu um revólver calibre 38 e uma espingarda calibre 12 na casa do empresário José Sabatini, localizada em Artur Nogueira, São Paulo. De acordo com informações divulgadas pelo jornal Folha de S. Paulo, José, de 70 anos, começou a ser investigado após ter postado um vídeo ameaçando o ex-presidente Lula.

Publicidade

Para os policiais, Sabatini, que tinha o porte de armas, disse não ter a intenção de matar Lula. Ao invés disso, ele esclarece que a sua fala foi dita durante um momento de inconformismo. O vídeo foi compartilhado pelo empresário após o STF (Supremo Tribunal Federal) anular as condenações de Lula a respeito da Lava Jato.

Agora, o caso segue sob investigação pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Publicidade

No vídeo onde ameaça o ex-presidente Lula, o empresário José Sabatini surge com uma camisa escrita “Brasil” e ainda com uma bandeira nacional amarrada em sua cintura. Além disso, Sabatini ainda deu tiros em alvos improvisados por ele e xingou Lula de “filho da p*ta”.

Publicidade

O empresário disse que queria mandar um recado para o petista e ressaltou a data que o vídeo foi gravado, no dia 13 de março de 2021. Em seguida, Sabatini disse que se o ex-presidente não devolvesse os R$ 84 bilhões que roubou do fundo de pensão dos trabalhadores brasileiros, ele iria ter um problema.

Publicidade

Além disso, o empresário ainda diz para Lula não tentar transformar o Brasil em uma Venezuela, e termina dizendo que irá derramar o seu próprio sangue, mas vai lutar pelo seu país. “Tô sendo claro com você?”, questionou Sabatini.

Publicidade
Publicidade
Publicidade