in

Família fica desolada após morte de menino, mãe e avó por conta da Covid-19; desabafo comove: ‘Arrasados’

Três pessoas da mesma família morreram em um curto intervalo de tempo por conta do coronavírus.

Metrópoles

A pandemia do coronavírus tem provocado cenários desolados em milhares de famílias brasileiras. Nas últimas semanas, o índice de casos de mortes em decorrência da Covid-19 tem crescido de forma arrebatadora. Em Curitiba, uma família perdeu três entes queridos em um curto intervalo.

Publicidade

O último a morrer foi Leonardo Budske Busato, de apenas 13 anos, que não resistiu às complicações da doença e morreu na última quarta-feira (17). O garoto já havia perdido a mãe, Eliandra Busato, de 37 anos, e a avó materna, Eldora Budske, de 64 anos, por conta da Covid-19. 

Desabafo

Em entrevista ao portal UOL, a prima de Eliandra e sobrinha de Eldora, Rúbia Budske, deu um depoimento comovente sobre o sentimento dos familiares após se depararem com as perdas sucessivas.

Publicidade

“Estamos todos arrasados porque foram perdas seguidas por uma doença que não nos dar a oportunidade de consolar os familiares pessoalmente e sem a chance de nos despedir em um enterro. Estamos muito abalados e buscando forças”, disse a familiar.

Publicidade

Segundo familiares, Eliandra foi a primeira vítima da Covid-19. Ela deu entrada na unidade hospitalar no dia 25 de fevereiro e morreu no mesmo dia. Já a aposentada morreu no dia 6 de março. Internado desde o início deste mês, Leonardo estava intubado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e não resistiu.

Publicidade

Todas as vítimas estavam com sobrepeso. Eliandra tinha problemas com diabetes e hipertensão. Além deles, o marido dela também foi infectado pelo coronavírus e chegou ser internado, mas conseguiu se recuperar. De acordo com parentes, ele se encontra bastante abalado com as perdas irreparáveis. 

Publicidade
Publicidade