in

Bolsonaro segue opinando sobre a pandemia: ‘Parece que só morre de Covid’

Presidente critica as medidas de distanciamento social impostas pelos governadores.

Foto: Jorge William/Agência O Globo

Na manhã da última quinta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) discursou para seus apoiadores e declarou que nenhum país está conseguindo lidar com a pandemia. Para o presidente não foi travada apenas uma guerra contra o combate a Covid-19, mas também contra seu governo.

Publicidade

No momento em que conversava com seus apoiadores, o presidente chegou a realizar um teste com os presentes. Bolsonaro relatou que no final de 2020 perdeu um tio, logo após a fala do presidente um dos apoiadores questionou se o motivo da morte foi relacionado a Covid-19.  “Eu fiz uma pergunta hipotética e qual é a pergunta dele? Parece que só morre de Covid!“, declarou Bolsonaro.

O chefe do executivo ainda afirmou que é necessário realizar uma filtragem nos hospitais. Para o presidente é necessário separar os pacientes internados na UTI e classificar quais estão em decorrência da Covid-19 e quais por outras doenças. 

Publicidade

O chefe do executivo nacional reclamou da crise econômica que a pandemia causou no Brasil e ainda criticou as medidas adotadas por governadores e prefeitos para tentar frear o avanço do coronavírus. “Lógico que a gente quer solução, a gente lamenta qualquer morte. Agora por que existiu o lockdown?, disse Bolsonaro. Para o presidente não há necessidade de se instaurar um novo lockdown, pois aquele realizado em meados de 2020 conseguiu cumprir com o seu papel.

Publicidade

Por fim, Bolsonaro disse estar sofrendo com uma grande pressão para realizar a compra de doses de vacinas. E ainda afirmou que o Auxílio Emergencial não será até o fim da pandemia.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade