in

Presidente da Caixa traz novidades sobre pagamentos do Auxílio Emergencial: ‘Já temos o calendário’

Bolsonaro deve ir ao Congresso nesta tarde (18) entregar os documentos que viabilizam uma nova rodada do benefício.

Agência Brasil

A volta do Auxílio Emergencial deve ser oficializada ainda nesta semana. Após aval da PEC Emergencial pelo Senado e Câmara dos Deputados, resta apenas a publicação da Medida Provisória para a nova fase do programa ser fixada, algo que pode acontecer ainda nesta quinta-feira (18).

Publicidade

Em live realizada nesta tarde, o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, revelou que o calendário de pagamentos da nova rodada de parcelas do benefício já está pronto, e aguarda apenas a aprovação do governo federal. 

“Já temos o calendário do ponto de vista técnico pronto. Tem que ser validado pelo Ministério da Cidadania e, em especial, pelo presidente Jair Bolsonaro”, disse Guimarães.

Publicidade

Ainda segundo o presidente do banco, o aplicativo “‘Caixa Tem’ está preparado” para a retomada dos novos pagamentos do Auxílio Emergencial. Ele enfatizou que o objetivo é “pagar o mais rápido possível evitando as aglomerações por uma questão de saúde”.

Publicidade

Por fim, Pedro Guimarães disse que maiores detalhes acerca dos pagamentos serão abordados em uma nova transmissão nas redes sociais da Caixa. A data, no entanto, ainda não foi definida. 

Publicidade

Aval de Bolsonaro

Também nesta quinta-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro assinou as duas medidas provisórias que viabilizam o pagamento das novas parcelas do programa. 

O próprio presidente deve ir no final desta tarde no Congresso Nacional entregar os documentos das MP’s pessoalmente.

Os valores das novas cotas do Auxílio Emergencial irão variar de acordo com o perfil de cada beneficiário, com as cifras mínimas partindo de R$ 150 (homem sozinho), e o valor máximo sendo de R$ 375 (mães chefes de família). O “meio termo”, formado por trabalhadores informais terão direito a parcelas de R$ 250 mensais. O pagamento das novas cotas será iniciado no próximo mês.

Publicidade
Publicidade